“Mujeres, casas y ciudades” novo livro de Zaida Muxí

DshOq4OXoAEwVfp

Convite para o lançamento do livro em Barcelona.

Dia 5 de dezembro de 2018 foi lançado no Brasil o livro “Mujeres, casas y ciudades – Más allá del umbral” (“Mulheres, casa e cidades – Para além do umbral”, tradução livre) da argentina Zaida Muxí Martínez, uma das pioneiras nos estudos urbanos de gênero entre as arquitetas e urbanistas. O livro acaba de ser publicado em Barcelona, em outubro de 2018, e ainda não tem tradução para o português.

Zaida Muxi nasceu em Buenos Aires, em 1964. Depois do doutorado realizado em Sevilha, passou a morar na Espanha, onde é professora de Urbanismo na Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Barcelona. Foi cofundadora do Col.Lectiu Punt 6 (saiba mais sobre esse coletivo de urbanistas feministas clicando aqui) e da rede de pesquisa Un día una arquiteta, que tem o objetivo de tornar visível a produção de arquitetas no mundo.

Continuar lendo

Anúncios

“Eu quero sair daqui!”: cenas fantasmagóricas do espaço doméstico

Birgit Jürgenssen, “Housewives’ Kitchen Apron”, 1975

Birgit Jürgenssen, “Eu quero sair daqui!”, 1976

Vestida de um avental típico das donas-de-casa e prensada por trás de uma porta envidraçada, a artista austríaca Birgit Jürgenssen (1949-2003) escreve no vidro Ich möchte hier raus!: “Eu quero sair daqui!”. A obra, de 1976, é dos trabalhos desta artista feminista de vanguarda que, por meio de fotografias, desenhos, pinturas e objetos debate a situação da mulher em sua época, situação esta que continua assustadoramente atual. Birgit se especializou em uma arte corporal feminina por meio de auto-retratos e séries fotográficas e/ou desenhadas, que mostram uma seqüência de eventos relacionados à vida social diária de uma mulher, em uma atmosfera de preconceito, medo e reclusão. Continuar lendo